Baixa

A baixa é a parte principal do centro de Lisboa, é formada por ruas paralelas e perpendiculares. Localizado desde a praça do Rossio até a Praça do Comércio.

Passeando pela Baixa, você encontrará uma multidão de lojas de souvenirs, restaurantes e cafeterias; a maioria delas focadas no turismo, trata-se de uma das zonas mais concorridas da cidade e nela você poderá encontrar lugares com a Praça do Rossio (estação com portas em forma de fechadura), a Praça do Comércio, Pastelaria brasileira, Confeitaria Nacional, Café Beira Gare (2) ou comer no restaurante de My Story Hotel Rossio (3).

Nas fotos, da esquerda à direita, de cima para baixo podemos observar: a) Rua Augusta; b) Elevador de Santa Luzia, que conecta a Baixa ao Bairro Alto; c) Praça do Rossio com o Teatro Nacional; d) Transvia que circula pela Baixa; e) Praça do Comércio; f) Estação de trem com suas portas em forma de fechadura; g) Vista do Elevador de Santa Justa para o Rio Tejo; h) Igreja de São Domingos; i) Praça do Comércio.

Para explicar o porquê da singular estrutura das ruas tão quadriculadas, temos que retornar ao famoso terremoto de 1755. Esta catástrofe se deu na seguinte ordem: um terremoto, um tsunami e um grande incêndio que arrasou Lisboa, sobretudo a Baixa; com sua forma de meia tubo ficou totalmente desprotegida e propagou o incêndio.

Se você for à Vila Real de Santo Antônio, a cidade que divide fronteira com Ayamonte na Ribera da Guadiana, poderá observar que o seu centro apresenta esta mesma estrutura de ruas paralelas e perpendiculares, devido ao mesmo motivo.

Se você quiser conhecer mais sobre este acontecimento, lhe recomendo assistir a este vídeo no youtube.